Colunas

       QUAL É O TEMPO DO SEU TEMPO?

        Você já perguntou a si mesmo, qual é o tempo do seu tempo, já questionou sobre os ciclos de sua vida, normal, quem nunca fez isso. Mas afinal como falar de algo sem sabermos o significado, o que significa a palavra tempo; a palavra portuguesa vem do latim, tempus derivado do termo grego temno, decepar, cortar fora, tempo da à idéia de divisão, de limites de espaço, o filósofo Kant fala muito sobre questão de tempo e espaço em seu livro a critica da razão pura.
        Ao meditar sobre qual é o tempo do seu tempo, em seu travesseiro, você já deve ter pensado sobre a sua profissão, em que curso superior gostaria de fazer e como iria paga-lo, com quem você iria se relacionar, como planejaria o seu dia de amanha, família e etc…  

       Essas questões parecem ter um adversário terrível que esta vivo e inato em todos os homens, o tempo. O tempo esta dentro do homem, relógio psíquico que todos nos temos e que gratuitamente nos atormenta dia e noite, e se não bastasse, trás junto consigo a sua fiel esposa, a perturbadora ansiedade.
       O homem mais sábio segundo as escrituras sagradas foi Salomão ele trás um conselho confortador aos nossos corações em seu livro de sabedoria, em Eclesiastes 3:1 diz: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu”. Salomão neste texto tenta acertar os nossos ponteiros com os ponteiros de Deus, a propósitos do criador para cada filho seu aqui na terra, e ele já determinou qual é o tempo do nosso tempo em cada área especifica.
       A nossa relação com esse ser supremo que se manifesta e se revela como amor incondicional, nos da esperança de não somente ultrapassar os limites de nossa própria concepção formada sobre ele, mas também de conhecê-lo como ele é. Que luta travamos em nosso interior, que batalha espiritual enfrenta nosso ser para chegar ao ponto de sintonizar o coração como o coração do pai e saber qual é o propósito que ele tem para a nossa vida e qual é o tempo do nosso tempo, se ele enfim chegou.
       Nessa estrada solitária contra o tempo, temos vários obstáculos, um deles é a falta de credito em relação a nossa própria pessoa, se acreditarmos em Deus e deixarmos de crer que somos capazes, isso será uma tremenda perca de tempo, porque Deus é Deus dos impossíveis, já os possíveis, pertencem a nos homens.

       O já falecido e um dos grandes nomes do radio brasileiro o locutor Fiori Giglioti quando dizia “e o tempo passa…” ai meu Deus, que apavoro que dava de saber que o meu time, o Corinthians estava perdendo e o tempo estava passando, dava vontade de parar o tempo.
       O tempo não para porque o tempo é dinâmico como o homem, o tempo é a extensão do homem como compreende-lo se não temos entendimento de nossa própria natureza. Ele é tão real e verdadeiro embora exista somente no mundo psíquico, Santo Agostinho tinha a seguinte definição “O que é o tempo, se ninguém me pergunta,eu sei;porém,se quero explica-lo a quem me pergunta,então não sei”.          

       O tempo de nosso tempo só vai chegar quando aprendermos a lidar com ele e fizer dele um amigo capaz de nos auxiliar em todos os sentidos, o tempo do nosso tempo se chama presente.

Até a próxima…

Libertação da Teologia

Vendo a teologia hoje

Querer entender a teologia da libertação se não nos libertarmos da teologia de hoje é praticamente impossível. Nos dias atuais a visão teológica é excludente e materialista, sem a essência da originalidade do evangelho (boas novas).

O discurso de Cristo é para os excluídos os sem oportunidades, os pobres de espírito que não possuem nenhum meio de sustentação social, muito menos, uma atenção eclesiástica, são os eternos nazarenos, rejeitados para sempre.

Essas tais pessoas são aquelas que são carentes de uma força histórica, homens que para a sociedade são sem valor algum, mas que Cristo quer salva-los e fazê-los novas criaturas para um novo modelo de sociedade.

O Grito da Teologia da Libertação deve ser o nosso, por uma igreja de nova mentalidade, cristianismo que é obvio – bíblico sem querer reinventar a roda. Essa ideologia parece ecoar ainda, tanto em guetos católicos quanto nos protestantes.

Revivemos os idéias de uma igreja que milita em prol dos mais desprovidos de recursos em todos os sentidos.

  A essência da teologia da libertação é inclusão do desfavorecido no seu devido lugar, no reino de Deus, na Eclésia, assembléia dos filhos de Deus onde se dialoga ou comunga com o próximo e se tem contato com Deus Abba pai (paizinho, pessoa intima).

Seria mais ou menos dizer uma Igreja de Deus e para Deus, que ame o povo sem distinção e o ajude a ser novamente religado e conscientizado de seus valores espirituais e responsabilidades morais.

Libertar o homem da ignorância, ele precisa se sentir amado e útil, a igreja se torna universal quando consegui expandir sua luz a todos os homens, amor salvador conduzido pelas vias consoladoras do Espírito Santo.

O afastamento daquilo que é a espinha dorsal da verdade que é o Deus que amou o mundo, faz toda a irmandade tropeçar em uma cegueira coletiva tão grande que não mas consegue perceber os valores que por elas foram perdidos e engavetados. O simples passa a ser complicado e não praticado, porque a razão de ser Igreja é sermos salvos para salvar, amados para amar.

Enquanto não tivermos o mesmo coração que Cristo tem, a nossa vida será utópica, falaremos de belas coisas, sonharemos mas não realizaremos nada.

Anunciarmos a verdade é bom, mas sermos verdadeiros é muito melhor, pois a verdade é um remédio amargo que quando automedicamos sentimos que estamos doentes e longe do Espírito do Bom Samaritano.

Filosoficamente, adianta por luz na frente de um cego, a resposta é não, pois ele não enxergará, a idéia da teologia da libertação é essa luz que não vemos.

Precisamos ser curados de nossa cegueira, só existe um remédio, o arrependimento a volta da pratica do primeiro amor, que é o Ágape, e um colírio chamado amor pelo próximo que cura todas as cataratas do amor pelo poder, esses dois amores jamais andaram juntos e se unirão, é uma escolha, vamos nos libertar…

 Forte abraço a todos

Pastor William Daniel

Comments ( 5 )

  1. ReplyIzabel Cristina Bueno

    Olá Pastor fiquei muito feliz em conhecer o seu site...ainda não conheci tudo...mas o pouco que li gostei.... Que Deus continue te inspirando a escrever palavras edificantes para nossas vidas... Parábens!!! um gde abço seus amigos Izabel e César Bueno

  2. ReplySamuel

    Olá Pr. Gostei do site, na verdade é um blog, diferente e providencial é bom ter algo inspirador na internet. que Deus abençoe e continue abençoado, em fevereiro teremos aqui uma conferência missionária, com certeza vc estara na agenda Abraço.

  3. ReplyPaulo Cezar

    Nossa gostei muito do seu site. Que Deus le abençoe cada vez mais, pois todos nos sabemos de sua luta. E concerteza Deus irá lhe honrar muito, por todos os seus feitos. Espero muita prosperidade em sua vida, e em todos seus discípulos.

  4. ReplyMarcia Rocha

    Quando aprendermos a remir o tempo e aplicá-lo de forma concensual, então teremos uma estratégia de vitória sobre nós mesmos, pois se o kairós e o kronos se encontram, não perderemos muito daquilo que Deus tem para nós.Pode haver um alinhamento em relação à eles, eu creio que sim, e tenho que me aperceber disso(2Sm 5 23-25 Davi obteve vitória contra os filisteus, porque soubesoube discernir os dois tempos: kronos e Kairós)! Nossos dias são poucos e curtos e precisamos usá-los de forma adequada. Vivemos um tempo em que a igreja do Senhor está presa a sua própria sabedoria, que está na letra. Quando o Senhor diz que a letra mata, Ele falava justamente do que vivemos hoje: O conhecimento sem a Revelação que vem do Espírito. Na letra está o ensino(Jo 7. 15), o aprendizado, mas é o Espírito de Inteligência, Conselho e Conhecimento (Is 11.2), quem dá o "entendimento completo" ou Rhema(2 Co 3.2). Conheçamos a Deus de andar com Ele e de obedecê-lo em amor. Ele anseia por termos intimidade e relacionamento com Ele! Pastor William, gosto muito do que escreve! Graça e paz!

  5. ReplyRaab mazei

    Visito sempre. É um site com certeza muito abençoador!

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pular para a barra de ferramentas